Recrutamento e seleção: 10 dicas para recrutar melhor

recrutamento e seleção - como recrutar melhor

O processo de recrutamento e seleção é um dos maiores desafios das empresas, em especial do RH que tem passado por significativas transformações nas últimas décadas. As redes sociais começaram a ganhar peso, as competências comportamentais surgiram como uma oportunidade de contratar o candidato ideal. De um lado temos candidatos querendo mostrar seu diferencial. Do outro lado, temos empresas querendo aprimorar a sua marca empregadora.

Os valores se intensificaram, e o processo de recrutamento e seleção se tornou mais ágil. No entanto, ainda é um processo que exige muita dedicação e atenção por parte da equipe de recrutadores para que seja assertivo.

E a grande dúvida é: o que fazer para recrutar melhor, reduzir os índices de turnover e formar uma equipe de alta performance?

Pensando nisto, separamos 10 dicas para te ajudar a recrutar melhor. Portanto, pegue um bloco de anotações e uma caneta, e boa leitura!

1. Pense nisto antes de iniciar o processo de recrutamento e seleção

O processo de recrutamento e seleção, como mencionamos acima, merece dedicação e atenção por parte da equipe. Assim, visando encontrar a pessoal ideal para preencher uma vaga e integrar o quadro de colaboradores, pense nos seguintes pontos abaixo:

  1. Qual é a real necessidade de contratar um novo funcionário?
  2. Será que você está usufruindo de todo o potencial dos seus talentos atuais? Eles estão alocados no cargo correto, de acordo com suas habilidades e competências? De repente você pode chegar a conclusão que um recrutamento interno é a estratégia mais adequada para o cargo.
  3. Tendo as respostas acima, descreva as principais funções do cargo a ser ocupado, bem como suas exigências técnicas e comportamentais. Releia a descrição e tenha certeza de que é isso mesmo que você procura.
  4. Considerando as condições da empresa, o mercado atual e o piso salarial da categoria que você pretende contratar, determine o salário.
  5. Decida com o RH onde e como vocês irão encontrar os candidatos qualificados para o cargo, e se possível, peça por indicações de colaboradores.

2. Use e abuse das redes sociais

recrutamento e seleção e as redes sociais

A transformação digital trouxe mudanças significativas para o RH. Entre elas a possibilidade de encontrar candidatos ideais em plataformas de redes sociais como Facebook e LinkedIn.

Utilizar esta estratégia, sem dúvidas, trará mais eficiência para o seu processo de recrutamento e seleção, além de uma redução de custos notória.

Além disso, as redes sociais, sejam elas profissionais ou não, também podem ajudar na hora de fazer a seleção. É por meio delas que você irá verificar o comportamento social dos candidatos e analisar se o seu perfil está alinhado à cultura da sua organização. Também é uma excelente forma de buscar referências.

Outro recurso que pode aumentar a eficiência e a assertividade do processo de recrutamento e seleção é a possibilidade de divulgação das vagas nas redes sociais da empresa. E aqueles que seguem a sua empresa, poderão compartilhar as vagas com seus amigos e familiares de forma espontânea, atraindo ainda mais candidatos para o processo.

3. Cuide da sua marca empregadora

As redes sociais não servem apenas para recrutar ou anunciar vagas. Elas são excelentes canais para cuidar da sua marca empregadora.

Atualmente, mais da metade da população está nas redes sociais. Dessa forma, a empresa pode atingir este público com campanhas, conteúdos relevantes e informativos, vídeos institucionais, publicações sobre a rotina de seus colaboradores, eventos, programações específicas, entre outros

Com isso, a empresa irá melhorar a sua marca empregadora, irá informar o público sobre a empresa e terá como candidatos os melhores talentos do mercado, pessoas comprometidas e qualificadas, prontas para fazer a diferença na empresa.

4. Valorize as indicações

Antes de realizar a triagem de currículos, procure dentro da empresa os talentos e peça a eles por indicações de pessoas qualificadas e que possam executar as funções. Essa atitude pode motivar ainda mais a equipe.

Pode ser que um dos talentos tenha uma pessoa com um perfil muito parecido com o dele para indicar. Outro ponto é que ele só irá indicar alguma pessoa que seja realmente boa, para que sua imagem não seja manchada dentro da empresa.

Portanto, vale a pena valorizar as indicações e incluí-las no processo seletivo.

5. Deixe claro quem você é

Contratar apenas por quesitos técnicos não é mais uma realidade. Para reduzir a rotatividade na empresa e aumentar a produtividade da sua equipe, você precisa encontrar profissionais com perfil alinhados a cultura, a visão, aos valores e a missão da empresa.

De nada adianta contratar um profissional qualificado para o cargo, se ele não concorda com as políticas da empresa. Este profissional, certamente, irá trabalhar desmotivado, podendo causar prejuízos não só para a empresa, como também para a sua carreira.

Portanto, deve se tornar uma regra oferecer informações sobre a empresa. Deixe claro para os candidatos as principais características de gestão, o estilo de trabalho, as regras, as missões, traços da cultura organizacional, e até mesmo como é a rotina dos seus colaboradores.

Isto também irá ajudar o candidato a decidir se ele realmente tem interesse em continuar no processo e fazer parte da sua empresa.

6. Procure por talentos de outras empresas

dicas de recrutamento

Com um mercado cada dia mais competitivo, bons profissionais raramente estão em busca de emprego. Isso porque já possuem um cargo em alguma empresa.

Portanto, o que você pode fazer é ir à caça. Isto é, buscar por profissionais dentro de outras empresas através da metodologia “Headhunting”.

Através dela, o setor de recursos humanos ou uma pessoa especializada (headhunter) irá realizar uma prospecção ativa e assertiva em busca de profissionais ideais para o cargo em aberto, de acordo com os objetivos da empresa.

Leia também: Hunting ou Search: Qual é o tipo da sua empresa?

7. Planeje e se prepare para a entrevista

Pode parecer uma dica clichê, no entanto, muitos recrutadores pecam nesta etapa. A entrevista pode ser uma etapa eliminatória e é uma das mais importantes. Muitos candidatos são eliminados nesta etapa. Pois, são colocadas à prova todas as informações que foram fornecidas nas etapas anteriores.

Portanto, mais uma vez, tenha clareza sobre o que você deseja dos candidatos antes de iniciar a entrevista. Reveja as especificações e as exigências do cargo.

Além disso, prepare um roteiro de entrevista compatível com o cargo a ser preenchido. E aposte em uma entrevista com foco em competências como uma estratégia que irá agregar ainda mais valor ao seu processo.

8. Colete o máximo de informações pertinentes durante a entrevista

Cuidado com as perguntas muito fechadas ou óbvias, dando margem para que o candidato responda apenas àquilo que você deseja ouvir. Tire o maior proveito desta etapa para extrair o máximo de informações possíveis sobre cada candidato.

As perguntas devem ser específicas, bem estruturadas e abertas. Inclua perguntas com situações que o contratado poderá enfrentar na empresa e observe como ele reage e qual é a sua resposta frente aos desafios

Além disso, analise o comportamento verbal e não-verbal do candidato durante a entrevista. Como ele reage em relação às perguntas? Ele escuta atentamente antes de responder? Existe algum padrão na forma como ele responde às perguntas?

E tente coletar o máximo de informações sobre o passado e sobre as experiências dele, para que você possa ter uma visão preditiva sobre como ele irá se comportar em sua empresa.

9. Prepare-se para tomar uma decisão

entrevista de emprego

Ao conhecer um bom número de candidatos, prepare-se para tomar uma decisão. Anote tudo o que você conseguir, emita os relatórios necessários para conseguir comparar o desempenho de cada um dos candidatos.

E se você sentir que tem o número ideal de candidatos e que está pronto para tomar uma decisão, então o faça. Evite demorar muito e correr o risco do candidato desistir ou ser aprovado em outra empresa.

Com o mercado competitivo, qualquer deslize pode levar embora as chances de contratar os melhores talentos para a sua organização.

E ainda, não se esqueça de dar um feedback aos demais candidatos. Se havia apenas uma vaga, e mais de um candidato se destacou, deixe claro que as portas continuarão abertas e que seu currículo ficará arquivado no banco de dados da empresa.

Essa atitude irá mostrar uma imagem positiva da sua empresa como forte empregadora.

10. Invista na tecnologia no processo de recrutamento e seleção

Em conclusão, a chamada transformação digital não trouxe apenas as redes sociais para facilitar o processo seletivo. Atualmente o mercado oferece inúmeras ferramentas tecnológicas para aprimorar a contratação.

E ao contar com um bom software de recrutamento e seleção, você poderá acompanhar e analisar todas as etapas do processo de forma ativa e estratégica.

Além disso, você poderá economizar recursos humanos e financeiros, e irá reduzir a taxa de turnover da sua empresa.

Certamente, também poderá contar com uma equipe mais engajada e de alta performance.

A EMPREGARE.com oferece a melhor tecnologia do mercado em se tratando de software de Recrutamento e Seleção.    

O sistema é fácil, intuitivo e pensado exclusivamente para otimizar e agilizar os seus processos e o seu dia a dia na empresa.

O que você acha de dar um próximo passo e melhorar as suas contratações?

Clique aqui para conhecer o sistema. E economize 80% do seu tempo.

Por fim, aproveite para acompanhar mais conteúdos incríveis no nosso canal no YouTube. E para seguir a EMPREGARE.com no Instagram.

tipos de teste de perfil comportamental
Artigo anterior Teste de Perfil Comportamental: como escolher a melhor ferramenta
dicas para uma entrevista online assertiva
Próximo artigo Entrevista Online: dicas para uma entrevista assertiva

Escreva um comentário

Fechar