Gestão estratégica de pessoas: o que é?

o que é gestão estratégica de pessoas

Sabemos que a área de recursos humanos passou e continua passando por uma evolução nas organizações. Assim, cada dia se torna mais essencial, assumindo maior importância na definição de objetivos estratégicos da empresa. Ou seja, atualmente as organizações esperam do RH uma maior participação na gestão do negócio, com uma participação assertiva e efetiva na busca dos resultados. E é disso que se trata a Gestão Estratégica de Pessoas. 

Se você se dedicar ao menos um tempo para aprender sobre o que é a gestão estratégica de pessoas, irá perceber que é muito mais do que um facilitador. O RH passou a impactar diretamente no crescimento da empresa, promovendo uma grande vantagem competitiva no mercado. 

Sendo assim, nesse artigo você irá aprender: 

  • O que é a gestão estratégica de pessoas; 
  • Qual a relação da gestão com a hierarquia das necessidades;
  • Quais são os pilares da gestão estratégica de pessoas e;
  • Por fim, como fazer uma gestão muito mais eficiente e assertiva. 

Boa leitura! 

O que é gestão estratégica de pessoas? 

gestão estratégica de pessoas - o que é

Eu entendo que muitas pessoas veem a gestão estratégica de pessoas apenas como mais um jargão do setor de RH. No entanto, existem muitos componentes que podem ser incluídos em uma estratégia de negócios, entre eles, reforçar a importância das pessoas. Ou seja, enfatizar a importância do capital humano para uma organização. 

De forma geral, a gestão compreende de maneira aprofundada toda a trajetória do profissional na empresa. Dessa forma, a gestão estratégica une o RH estratégico e, o desenvolvimento e treinamento de colaboradores. Cujo principal objetivo é capacitar pessoas e manter um capital humano muito mais evoluído e alinhado aos objetivos organizacionais.  

Além disso, a gestão vem para analisar os profissionais e determinar quais ações são necessária para realizar a melhoria em suas competências, aumentando seu valor à organização. 

É a partir da gestão estratégica de pessoas que a sua equipe vai conseguir responder questões como:

  • Como identificar, usar e desenvolver apropriadamente o capital intelectual dos nossos colaboradores? 
  • De que forma os colaboradores vão ajudar a atingir as metas organizacionais? 
  • Quais são as oportunidades e as ameaças desses profissionais? 
  • Os colaboradores estão atingindo às expectativas? 
  • Como está o desempenho, a motivação e os resultados deles? 
  • Qual é o impacto que cada colaborador causa na organização? 

Como já mencionado, a gestão estratégica de pessoas irá avaliar todo a trajetória do colaborador na empresa. Desde o recrutamento e seleção, até em relação à saúde ocupacional, a própria comunicação interna e, por fim, a demissão e o desligamento de um funcionário. 

Alguns benefícios

Quanto bem aplicada, a gestão estratégica de pessoas pode proporcionar alguns benefícios, tais como: 

  • Aumento nas taxas de satisfação no trabalho e satisfação do colaborador;
  • Melhor gerenciamento dos recursos;
  • Aumento na produtividade;
  • Maior vantagem competitiva, que não representa só o desempenho financeiro, mas também a eficiência ao coordenar talentos. 
  • Redução nas taxas de absenteísmo e turnover;
  • Assertividade na retenção de melhores talentos, entre outros.  

Hierarquia das Necessidades e Gestão estratégica de pessoas

A Pirâmide de Maslow ou hierarquia das necessidades de Maslow é uma teoria que organiza as necessidades humanas de acordo com a suas prioridades. Ou seja, das mais básicas até as mais complexas. 

Em síntese, essa teoria afirma que o ser humano possui diferentes necessidades pessoais a serem realizadas a depender do momento em que estão vivendo. Em outras palavras, as necessidades mudam de acordo com o desenvolvimento humano, e de acordo com as circunstâncias proporcionadas pela sociedade. 

Por exemplo, em momentos de crise ou, geralmente no início de uma carreira, as pessoas tendem a suprir a necessidade de segurança no emprego, e estabilidade. 

Em contrapartida, quando uma pessoa está passando por um momento de prosperidade econômica, ou já está em fase de desenvolvimento profissional consolidada, a necessidade passa a ser a de estima e realização pessoal.

Assim, as organizações passaram a valorizar esse fator humano, entendendo que os gestores precisam ter a capacidade e o cuidado de alinhar as necessidades e os interesses dos profissionais, com os objetivos estratégicos da organização. 

Nesse contexto, a gestão estratégica de pessoas entra como um passo fundamental. Pois, tem como principal objetivo entender os colaboradores de uma empresa, realizar esse alinhamento e se certificar que irá manter os colaboradores sempre motivados e engajados. Assim, contribuindo para o sucesso da organização. 

Ou seja, ao investir uma boa gestão, ambos – empresa e colaboradores – só tem a ganhar. Portanto, confira a seguir quais são os componentes mais importantes em uma gestão estratégica de pessoas. 

Pilares da gestão estratégica de pessoas

pilares da gestão estratégica de pessoas

Qualquer coisa que uma pessoa se propõe a construir necessita de pilares nos quais se sustenta. Do mesmo modo é a gestão estratégica de pessoas, que quando bem estruturada, pode proporcionar resultados expressivos para uma organização.

Sendo assim, confira a seguir os componentes mais importantes da gestão estratégica de pessoas. 

Engajamento, retenção e motivação

Para que um profissional se sinta motivado, não basta mais ver o salário no final de um mês intenso de trabalho. Atualmente, um profissional busca muito mais do que um salário justo e que atenda às suas expectativas, principalmente se ele estiver em busca de suprir necessidades de estima. 

Sendo assim, essa é uma das principais âncoras da gestão estratégica: o que você fará para manter o funcionário na empresa? Nesse sentido, o engajamento, o alto índice de motivação e satisfação, e uma boa retenção permite que a empresa construa uma estrutura eficaz de relacionamentos sustentáveis, e que reflitam as ambições e os principais valores da organização. 

Treinamento e desenvolvimento de competências

Uma organização é formada por pessoas, e cada qual apresenta suas habilidades e competências que geralmente são únicas. Assim, na rotina da organização, é a capacidade que esta tem em gerir e agregar essas características que irá fazer com que a empresa se destaque em seu setor.  

Além disso, independente de quão qualificados sejam os funcionários, eles irão precisar de treinamento e desenvolvimento de competências e habilidades para acompanhar a evolução constante do mercado de trabalho. 

Isso porque os colaboradores devem adaptar-se e fornecer suas habilidades com o intuito de apoiar a cultura e os objetivos da empresa na qual estão inseridos. 

Leia também: Treinamento e Desenvolvimento: o que é, e qual a sua importância?

Gestão de Desempenho

Avaliar adequadamente os recursos e o desempenho dos colaboradores auxiliar a gestão a esclarecer como os funcionários estão contribuindo com as metas e as ambições da empresa. Assim, permitindo possibilidades de melhorias e também a análise e a prevenção de eventuais problemas.

Processo de comunicação assertivo

Um dos pilares da gestão estratégica de pessoas mais importante é manter a comunicação clara, objetiva e assertiva. Ou seja, é preciso que a empresa transmita as suas metas e objetivos de maneira claras, e que não deixem dúvidas. Bem como, é preciso que os líderes sempre se mantenham abertos ao diálogo com seus colaboradores. 

Uma forte característica das organizações que trabalham efetivamente esse pilar é o incentivo da cultura de feedback

A comunicação é necessária em qualquer gestão, e em qualquer empresa que busca resultados extraordinários. 

Liderança

Todo o papel de motivar, engajar, desenvolver e treinar os colaboradores parte desse pilar. Um bom líder é aquele que, não só orienta do começo ao fim, mas, também cria laços de confiança e auxilia no desenvolvimento de uma equipe de alta performance e alto engajamento.

E esse pilar nos leva ao próximo, sendo de fundamental importância.

Trabalho em equipe 

trabalho em equipe e gestão estratégica de pessoas

Para que um trabalho em equipe seja efetivo e de qualidade, é preciso que cada membro entenda com clareza qual é o seu papel nos processos organizacionais. 

Além disso, a liderança precisa manter os objetivos do trabalho de cada colaborador alinhados com as metas da empresa. Manter a sintonia é importante para garantir excelentes resultados. Afinal, quando uma equipe trabalha engajados nos mesmos propósitos, a capacidade de entrega de resultados e o desempenho se tornam muito maiores.  

Por fim, quanto mais bem trabalho for esse pilar, mais sucesso terá em sua gestão estratégica de pessoas. 

Dicas para uma gestão estratégica de pessoas eficiente

Agora que você já sabe o que é a gestão estratégica de pessoas, bem como quais são os principais pilares que sustentam uma boa gestão, confira a seguir as dicas que a EMPREGARE.com separou para que você obtenha resultados positivos com a sua estratégia. 

01. Desenvolva uma compreensão completa dos objetivos da empresa

Podemos observar que uma boa gestão estratégica de pessoas envolve também o alinhamento entre os objetivos dos colaboradores, com os da organização. Para tanto, é necessário que todos os objetivos da organização estejam mapeados e claros.

Sendo assim, se faz necessário elaborar um documento completo e objetivo com a visão, os valores e a missão da empresa, e compartilhar com todos os membros da organização, inclusive os líderes. E, sempre que necessário, esse documento deve ser atualizado.  

02. Avalie os recursos atuais do RH 

Essa etapa vai permitir que a equipe avalie pontos importantes como, por exemplo: 

  • Quais são as habilidades e competências técnicas e comportamentais dos colaboradores?
  • Quais são os colaboradores que são especialistas em áreas específicas? 
  • Como os colaboradores podem contribuir para o cumprimento de metas e objetivos? 

Uma excelente ferramenta para avaliar todos esses pontos é a avaliação de desempenho. Além disso, com todas essas respostas em mãos, será possível analisar quais são as barreiras e oportunidades, bem como qual plano de ação será implementado para aproveitar todos os pontos fortes e fracos do setor de RH. 

03. Determine quais são as ferramentas necessárias para automatizar e facilitar na gestão estratégica de pessoas

Uma boa gestão envolve não só saber utilizar os recursos, como também pensar em melhorias que irão automatizar os processos e torná-los mais eficientes. 

Sendo assim, identifique quais são as lacunas, e como elas podem ser resolvidas para garantir um fluxo de trabalho muito melhor. 

Além disso, analise qual ferramenta pode auxiliar na economia de tempo, principalmente em etapas mais burocráticas, como os softwares de recrutamento e seleção, por exemplo.

04. Realize avaliações e ações corretivas periodicamente

Não basta apenas implementar a estratégia. Também é preciso avaliar os resultados constantemente para possíveis melhorias e acertos. Sendo assim, crie um cronograma para realizar uma revisão estratégica de gestão de pessoas. 

05. Construa uma marca empregadora forte

Para atrair, reter e engajar talentos, cada vez é mais comum a construção de uma marca empregadora. Essa marca tem como objetivo principal vernde a imagem da empresa para o mercado de trabalho, mostrando que ela é um excelente lugar para trabalhar e se desenvolver profissionalmente.

Leia também: Employer Branding: 8 dicas para melhorar a sua marca empregadora

06. Utilize o People Analytics

Muita coisa mudou nos últimos anos no departamento de recursos humanos. Assim, o processo de tomada de decisão não deve ser baseado em palpites ou observações. Mas, sim, na análise de diversos dados sobre os colaboradores. Esse processo é chamado de people analytics, e que contribui para uma RH muito mais estratégico e eficaz.  

Geralmente, esse processo envolve três etapas principais:

  1. coleta de dados por meio de softwares de gestão, pesquisas ou acompanhamento de métricas;
  2. estruturação dos dados com o intuito de obter informações estratégicas e;
  3. análise e utilização dos dados para tomar decisões importantes.

07. Invista no bem-estar interno da organização  

Cada vez tem sido mais observado no cenário das organizações uma preocupação genuína com a qualidade de vida dos trabalhadores. O motivo é claro e simples: companhias que apostam no bem-estar interno são, em média, 86% mais produtivas do que suas concorrentes que ignoram o fator humano. 

Portanto, invista em um plano de benefícios e medidas que irão favorecer este aspecto. Como, por exemplo, estimular atividades físicas, promover programas de controle do estresse, incentivar momentos de happy hour e descontração, entre outros. 

08. Utilize o modelo de gestão à vista

Em resumo, esse modelo trata-se da apresentação dos principais indicadores de desempenho em murais fixos na empresa, onde qualquer colaboradora consiga olhar e compreender quais são os resultados alcançados. Essa metodologia de gestão contribui para a construção de um clima de transparência e fono nos resultados. 

09. Modernize o processo de recrutamento e seleção

Modernize os processos com software de recrutamento e seleção

Em conclusão, não importa quantos candidatos uma vaga recebe, se o processo de seleção não for efetivo, será inviável encontrar o candidato ideal para o cargo. 

As táticas antigas de leitura manual de currículos e inclusões inadequadas em sites de emprego não servem mais. Pois, são tarefas que tomam um grande tempo da sua equipe, que poderia focar esse tempo e essa energia em etapas que demandam mais atenção, como as entrevistas, por exemplo. 

Para tanto, é preciso modernizar o processo de recrutamento e seleção e contar com a ajuda da tecnologia, com ferramentas eficazes, e que poderão proporcionar o mapeamento de perfil comportamental dos profissionais. 

Sendo assim, que tal conhecer a EMPREGARE.com? 

Oferecemos a melhor tecnologia do mercado em termos de software de recrutamento e seleção. Através de nossas ferramentas, a sua equipe poderá reduzir até 80% do tempo de contratação.  

Clique aqui para agendar uma demonstração com um de nossos consultores. 

Além disso, aproveite para nos acompanhar nas redes sociais. A EMPREGARE está no LinkedIn, no Instagram e tem um canal no YouTube com muito conteúdo enriquecedor e de graça para você e sua empresa.

Principais modelos de Gestão de Pessoas
Artigo anterior Modelos de Gestão de Pessoas: conheça os principais
3 passos para implementar a gestão de talentos
Próximo artigo 3 passos para implementar a gestão de talentos

Escreva um comentário

Fechar