Indicadores de Recrutamento e Seleção: conheça os principais

Indicadores de recrutamento e seleção - conheça os principais

O processo de recrutamento e seleção é o pontapé inicial para o relacionamento entre profissional e empresa. A partir do processo que você poderá acertar – ou não – na contratação de um profissional ideal e que fará toda a diferença no desempenho da empresa. Nesse sentido, por se tratar de um processo que impacta diretamente nos resultados da organização, é fundamental que ele seja planejado e desenvolvido de forma estratégica. É por esse motivo que os indicadores de recrutamento e seleção passaram a ter um papel indispensável para o RH.

Nesse artigo você vai compreender o que são os indicadores de recrutamento e seleção, qual a sua importância. Bem como, quais são os principais indicadores analisados. Boa leitura!

Talvez você também possa se interessar por: 5 passos para um RH estratégico

Indicadores de recrutamento e seleção: o que são?

Em resumo, trata-se dos dados que servem para medir a eficiência das contratações de uma organização. Ao analisar um conjunto de informações, o departamento de RH consegue avaliar se a estratégia usada para o recrutamento e seleção é eficaz. Além disso, através dos dados é possível entender quais medidas devem ter tomadas para garantir a excelência dos processos.

Em outras palavras, os indicadores de recrutamento e seleção são a chave para medir os resultados do departamento de RH. Afinal, quando nós pensamentos em excelência e assertividade de processos, as métricas ocupam uma posição de destaque.

Isso porque, cada vez mais os gestores são cobrados pelo desenvolvimento de modelos que chequem previsibilidade ao processo de gestão, desde o processo de seleção até a avaliação de desempenho dos colaboradores.

O desenvolvimento da capacidade análise de uma empresa – ou do RH – passa por diversas etapas. E nesse artigo vamos falar um pouco sobre as principais. Mas antes, confira no tópico seguinte a importância em analisar os indicadores de recrutamento e seleção.

Por que é importante analisar os indicadores de recrutamento e seleção?

importância dos indicadores de recrutamento e seleção

Você já ouviu falar sobre os indicadores de produtividade, não é mesmo? E sobre a importância em medir a performance dos funcionários da organização. Os indicadores de recrutamento e seleção funcionam de forma bem similar. O grande diferencial é que eles ajudam a melhorar o desempenho da empresa logo no processo de contratação.

  • A análise dos indicadores é essencial para:
  • Captar profissionais mais talentosos;
  • Reduzir o processo de recrutamento e seleção;
  • Reduzir custos que envolvem o processo;
  • Diminuir taxas de turnover em contratações recentes;
  • Reduzir o tempo entre o recebimento do currículo até o fechamento da vaga;
  • Evitar desperdício de recursos humanos e financeiros, e muito mais.

Além disso, contar com uma boa análise dos indicadores de recrutamento e seleção irá ajudar a sua equipe a estabelecer quais etapas do processo seletivo precisam ser melhoradas.

Com isso em mente, confira no último tópico quais são os principais indicadores de recrutamento e seleção.

Principais indicadores de recrutamento e seleção

Após entender o que são, e qual é a importância dos indicadores de seleção, está na hora de aprender um pouco mais sobre cada um deles.

Separamos para você uma lista com os principais, confira a seguir.

Número de currículos recebidos

Uma das primeiras métricas a serem analisadas diz respeito ao número de currículos recebidos em cada oportunidade. Quanto mais currículos, maiores são as chances de encontrar o candidato ideal para a vaga.

Além disso, esses números também indicam que o trabalho do RH foi realizado de maneira adequada e assertiva nos meios de divulgação. Se a descrição das vagas foi bem detalhada e clara, e se a imagem da marca no mercado atrai os melhores profissionais, então o processo foi altamente assertivo.

Mas, é claro que só receber os currículos não é o suficiente. Uma triagem eficaz também é de fundamental importância. Afinal, saber identificar os profissionais qualificados, irá fazer toda a diferença.

quantidade de currículos recebidos

Engajamento dos candidatos

Após a triagem feita com sucesso é preciso analisar os seguintes pontos:

  • Os candidatos estão engajados no processo?
  • Eles estão desistindo? Se sim, por que estão desistindo?
  • Em qual etapa do processo seletivo os candidatos estão desistindo?

Entenda quantos candidatos estão participando de cada etapa e compare com as expectativas do RH. Observe também quantos convites foram enviados para entrevista, e quantos compareceram a ela.

Através de toda essa análise e observação, será possível identificar onde está o problema de engajamento. A ideia é melhorar os pontos falhos e reter os melhores talentos no processo seletivo da empresa.

Indicadores de recrutamento e seleção: Custo de contratação

Todo processo de recrutamento e seleção exige uma quantidade certa de recursos humanos e financeiros da empresa. E é importante saber exatamente quais são esses custos para evitar gastos exagerados ou desnecessários. Esses gastos devem ser planejados e envolvem:

  • Anúncios em redes sociais e sites de emprego;
  • Contratação e sistemas especializados;
  • Possíveis contratações de headhunters;
  • Promoção de dinâmicas de grupo;
  • Tempo gasto por cada recrutador, entre outros.

Esses gastos devem ser identificado pelo setor de RH. E se a organização teve que gastar uma quantia considerável durante a divulgação das vagas, por exemplo, o RH pode ajudar a diminuir o valor por meio de algumas iniciativas nas próximas etapas.

Tempo de contratação

É primordial dar atenção ao tempo de contratação. Afinal, quanto mais tempo um processo dura, mais dinheiro e mão de obra será gasto para escolher o profissional ideal. Além disso, um alto tempo gasto no processo pode apontar falhas na seleção.

Outro fator que deve ser analisado é o tempo médio entre a abertura das vagas e o recebimento de currículos. Uma demora ao conseguir currículos de profissionais talentosos pode indicar a necessidade de novas estratégias para a divulgação de vagas.

Para te ajudar com esse indicador, a empresa pode contar com um bom software de recrutamento e seleção, que tem como recurso o envio de relatórios com todos esses aspectos.

Indicadores de recrutamento e seleção: Custo de rotatividade

Geralmente, os processos de recrutamento e seleção são requeridos por conta da saída de colaboradores. Por isso, avaliar a rotatividade tem sua importância. Através da rotatividade é possível contabilizar não só as despesas com rescisões contratuais, mas também os custos com novas contratações. Além é claro, do investimento na qualificação dos profissionais contratados.

Além disso, esse indicador irá ajudar a entender onde estão as falhas em relação à rotatividade em contratações recentes. As falhas podem estar em relação a:

  • qualidade do processo de recrutamento e seleção;
  • a qualidade do processo de onboarding;
  • ou na capacidade da empresa em reter talentos.

Porcentagem de propostas aceitas

Cada vez mais, com a crescente competitividade do mercado de trabalho, os melhores talentos são concorridos por diversas empresas.

Portanto, é importante mensurar quanto profissionais aceitaram a proposta da sua empresa. Assim, a equipe consegue tomar uma decisão do que é preciso melhorar para conquistas os talentos.

custos de contratação

Funil de contratação

Avaliar o funil de contratação é outro passo importante para medir a eficiência de um processo de recrutamento e seleção. Isso envolve observar a taxa de conversão em cada etapa do processo:

  • Candidatos triados do processo;
  • Qualificados;
  • Finalistas e;
  • Contratados.

Cada uma dessas etapas deve ser acompanhada de perto, e isso ajudará a sua equipe a medir a eficária e a assertividade do processo.

Leia também: Funil de Recrutamento: aprenda como contratar pessoas de forma efetiva

Alinhamento ao perfil da empresa

O que é necessário para ter compatibilidade entre o perfil do profissional e o perfil da sua empresa? Não existe uma resposta única. Tudo vai depender da necessidade do setor, dos exigências do cargo, da cultura organizacional, bem como dos valores do profissional.

Após definir todos os pontos importantes, entenda quão compatível o contratado está em relação a esse perfil traçado pela empresa.

Ter todas essas respostas em mente é muito relevante para verificar se o perfil trazido para a empresa está de acordo com o que está sendo buscado.

Indicadores de recrutamento e seleção: Diversidade

O que significa diversidade para a sua empresa? Defina aspectos para mensurar em diversidade como, por exemplo:

  • Gênero;
  • Idade;
  • Situação socioeconômica;
  • Pessoas com deficiência;
  • Raça;
  • Orientação sexual, entre outros.

Se você tiver clareza do que a sua empresa busca, será muito mais fácil identificar a porcentagem de contratados de acordo com os grupos. Além disso, analise desde o começo do processo a diversidade dos candidatos de acordo com cada etapa do funil de contratação. Assim, a sua equipe consegue identificar onde estão as falhas de retenção durante o processo.

Tome todo o cuidado para não discriminar nas vagas e em nenhum outro local, seja qual for a características. A ideia é implementar uma cultura de diversidade em sua empresa e avaliar a aderência a partir das métricas.

Leia também: 10 passos para implantar uma cultura de diversidade na empresa

Qualidade das contratações

Por fim, mas não menos importante, o melhor indicador é pós-contratação. Isto é, avalie quantas das pessoas contratadas tem o desempenho esperado dentro de um determinado período de tempo.

Assim, ficará mais fácil entender se o perfil que é trazido para a empresa está alinhado às necessidades da vaga.

Conclusão

Em conclusão, como você pode analisar ao longo desse artigo, existem muitas métricas que marcam o sucesso das ações de um empresa – especialmente do setor de RH. Todas as que foram citadas, dizem respeito ao processo de recrutamento e seleção.

Bons indicadores de recrutamento e seleção facilitam uma visão mais clara do gestor, baseada em dados reais sobre o que está acontecendo na rotina da organização. Dessa forma, é possível tomar decisões mais assertivas, eliminar gastos desnecessários, assumir uma posição mais estratégica e, consequentemente, se destacar da concorrência em um mercado altamente competitivo.

Quando um RH passa a trabalhar com base nessas métricas, dados e indicadores, torna-se realmente estratégico e eficaz para o crescimento da empresa.

Por fim, contar com um bom software de recrutamento e seleção pode te ajudar a reduzir custos, diminuir o tempo de contratação em até 80% e trazer mais assertividade para os seus processos.

Clique aqui e conheça a EMPREGARE.com

O que você achou desse conteúdo? Deixe nos comentários quais indicadores são analisados pela sua equipe. E não se esqueça de compartilhar esse material com os seus amigos nas redes sociais.

Além disso, aproveite para acompanhar mais conteúdos como esses nos outros canais da EMPREGARE.com:

FERRAMENTAS DE ONBOARDING - QUE A SUA EMPRESA PRECISA CONHECER
Artigo anterior Ferramentas de Onboarding que sua empresa precisa conhecer
Recrutamento Social - o que é
Próximo artigo Recrutamento Social: o que significa essa nova tendência no mercado?

Escreva um comentário

Fechar